Publicado por: Autor | 12/12/2008

Inauguração do Monumento

Por iniciativa da Prefeitura do Rio de Janeiro foi inaugurado no sábado, dia 6 de dezembro no Largo da Segunda-Feira, Tijuca, o Monumento em homenagem a Cleyde Prado Maia – uma pomba feita em bronze pelo escultor Edgar Duvivier. A escultura foi inspirada na obra “Pomba da Paz” de Pablo Picasso.

Estiveram presentes familiares, amigos e admiradores desta que foi um exemplo de cidadã. 

Falaram aos presentes Celyse do Prado Maia, irmã de Cleyde, o vereador Luiz Humberto que foi representando o Prefeito César Maia e o escultor Edgar Duvivier. O evento contou ainda com as presenças do deputado federal Chico Alencar, do ex-Comandante da PM Cel. Ubiratan Ângelo, do delegado Alexandre Neto, da jovem Camila Lima e dos pais de João Roberto, Paulo e Alessandra.
Padre Lee, da Igreja São Francisco Xavier, foi dar a benção.

  
  
  

Segue um trecho do discurso lido por Celyse do Prado Maia:
“O que vemos aqui, hoje, através da iniciativa do Prefeito César Maia e do trabalho do escultor Edgar Duvivier, é o verdadeiro reconhecimento a um trabalho árduo, mas que não intimidou sua protagonista, a querida e inesquecível Cleyde Prado Maia.

Falar de Cleyde Prado Maia é honrar os conceitos de ética, moral e honestidade.
Falar de seu trabalho é repassar os valores de cidadania, solidariedade e bem comum.

(…) Estiveram sempre presentes, grandes amigos. Alguns, Cleyde carinhosamente chamava de “amigos da dor”: eram famílias que também haviam experimentado a dor avassaladora de perder um ente querido. Cleyde os acolheu, com carinho e doçura. Outros se chegaram por perceberem na Cleyde uma verdade inconteste ! Mostraram sua vontade de ajudar e perceberam que é possível agir antes que a dor os assole, ou mais ainda, para que ela nem chegue a acontecer. E Cleyde decifrou o coração de cada um desses velhos e novos amigos.

Cleyde Prado Maia
nome que ficará registrado para sempre na memória dos homens de bem !
Siga em paz, querida irmã ! Você trocou o luto pela luta ! Missão cumprida !”

Leia mais no Blog Repórter de Crime e assista o vídeo feito por Edgar Duvivier.

Anúncios

Responses

  1. A homenagem foi mais que MERECIDA. As palavras da Celyse emocionaram a todos. A presença da Mãe da Cleyde tb foi um carinho enorme a todos que lá estiveram, daquela sra. emana ao mesmo tempo força e doçura.
    Cleyde certamente estava “presente” ali, em nossa memória, em nossos corações, em tudo que nos ensinou, não apenas com palavras mas com suas ATITUDES frente à vida. Cleyde era sobretudo coerente, praticava o que falava.
    Andréa, parabéns mais uma vez por este trabalho maravilhoso !

  2. Infelizmente não pude estar na inauguração da estátua em homenagem à Cleyde, mas estive lá em pensamento. É uma linda homenagem, mais que merecida! Cleyde estará sempre presente em todos eventos contra a impunidade. É impossível disassociar essas ações do nome CLEYDE PRADO MAIA. Como também é impossível olhar para este símbolo da Paz, sem imediatamente lembrar a figura de Cleyde e Gabriela (essa homenagem foi para Cleyde, mas por tabela também para Gabriela).
    Me sinto muito honrada por ter conhecido e convivido (mesmo que por pouco tempo) com uma pessoa tão maravilhosa como a Cleyde!

  3. Beth, tenho certeza da tua bondade, vc sempre me pareceu estar alinhada com o Bem. E é sempre bom ter pessoas assim em torno. Obrigada por vir aqui deixar tua mensagem! abçs.

  4. Matéria do JB sobre a inauguração do Monumento em Homenagem a Cleyde:
    http://jbonline.terra.com.br/extra/2008/12/06/e06129502.html

  5. Fiquei honrada e emocionada neste dia, mas saí de lá com uma enorme sensação de Paz!

  6. não compareci, porque tenho como lema de vida, fazer o bem, gostar das pessoas, amá-las e admirá-las, saber dar o devido valor, enquanto vivas, por isso tenho certeza que Cleyde gostava muito de mim e eu muito mais dela! acho pouco para a grande pessoa que foi Cleyde, sem contar toda sua luta em brasília que até hoje, ninguém sabe ninguém viu??????????? desculpem-me o desabafo!!!!!!!! márcia toledo

  7. Márcia, entendemos seu desabafo e temos certeza do carinho de Cleyde por vc. Embora uma escultura não seja tudo o que ela merece, por outro lado, é uma bela forma de eternizar um símbolo, de resto, cabe a toda a sociedade e aos amigos, manter seu trabalho e a cobrança para que o projeto de lei que Cleyde iniciou não seja esquecido. Abraço forte !


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: